28 DE ABRIL

11h30

DESOBEDOQUINHO
Para crianças dos 9 aos 13 anos e para quem quiser  

Com Inês Barbosa e Adriana Ferreira

O LAR DO OURIÇO-CACHEIRO de Eva Cvijanovic
Canadá/Croácia, animação, 2017, 10’

Baseado num poema de Banko Copic, da ex-jugoslávia. Um conto que transcende culturas e gerações, o lar do Ouriço-Cacheiro é um acto, não é um lugar uma cultura. Um abrigo protetor e digno que reflete e define quem somos.
+

O FIM DO RECREIO de Nélio Spréa e Vinicius Mazzon
Brasil, ficção, 2012, 15′

No Congresso Nacional, um projeto de lei pretende acabar com o recreio escolar. Ao mesmo tempo, em uma escola da capital paranaense, um grupo de crianças está disposto a mostrar a importância dos momentos lúdicos no ambiente escolar. Eles também deixam claro que esses momentos agradáveis podem ser preenchidos com brincadeiras diversas, música, dança, teatro e outras manifestações artísticas e culturais.

+
MR MCCUTCHEON de John Sheedy
Austrália, ficção, 2017, 17’

Um menino que prefere vestir vestidos em vez de calças – Mrs. McCutcheon — chega a uma nova escola. Lá começa a ter problemas com a aceitação da sua diferença, os outros colegas acham estranho, menos Trevor. Trevor é um menino que também sofre de preconceito por ser de origem aborígene.
+
CHARLOT NA RUA DA PAZ de Charles Chaplin 
EUA, ficção, 1917, 24’

Uma curta com mais de um século, que traz o mais famoso vagabundo da história do cinema, aqui convertido por uma missionária e acaba por ser polÍcia responsável pela Rua da Paz. Será mesmo assim? 


18h

CABRA MARCADO PARA MORRER de Eduardo Coutinho
Brasil, documentário, 1984, 120’

Com Coletivo Fibra e Fernando Rosas

Início da década de 60. Um líder camponês, João Pedro Teixeira, é assassinado por ordem dos latifundiários do Nordeste. As filmagens de sua vida, interpretada pelos próprios camponeses, foram interrompidas pelo golpe militar de 1964. Dezassete anos depois, o realizador retoma o projeto e procura a viúva Elizabeth Teixeira e seus dez filhos, espalhados pela onda de repressão que seguiu ao episódio do assassinato. O tema principal do filme passa a ser a trajetória de cada um dos personagens que, por meio de lembranças e imagens do passado, evocam o drama de uma família de camponeses durante os longos anos do regime militar.

18h30 

THIS CHANGES EVERYTHING de Avi Lewis
Canadá/EUA, documentário, 2015, 90’

Com João Camargo e Maria Manuel Rola  

Filmado em 211 dias ao longo de quatro anos em nove países e cinco continentes, este documentário é uma tentativa épica de reimaginar o vasto desafio imposto pelas alterações climáticas. Realizado por Avi Lewis e baseado no livro homónimo da autoria de Naomi Klein, o filme apresenta sete retratos poderosos de comunidades na vanguarda deste combate, desde a bacia do rio Powder em Montana às areias betuminosas de Alberta, desde o litoral do sul da Índia até Pequim e mais além. A narração de Naomi Klein relata estas diferentes histórias de resistência, ligando o carbono atmosférico ao sistema económico que o produziu. Ao longo do filme, Klein vai construindo aquela que é, talvez, a sua ideia mais controversa e desafiante: a de que a crise das alterações climáticas poderá ser a força transformadora do sistema económico falhado em que vivemos num outro sistema radicalmente melhor.


21h30

UM DIA INESQUECÍVEL de Ettore Scola
Itália, ficção, 1977, 107’

Com Francisco Louça

Roma, 6 de maio de 1938. Enquanto a cidade celebra a visita de Hitler e Mussolini, dois vizinhos bastante diferentes conhecem-se: a dona de casa Antonietta (Sophia Loren), casada com um militante fascista e mãe de seis filhos, e o radialista homossexual Gabriele (Marcello Mastroianni). Ao longo do dia, vivem uma densa relação humana, compartilhando seus dramas e esperanças.

Anúncios