5 MAIO

10h00
Hora do Conto com Cláudia Sousa
Quantas vezes a palavra “não” fez mudar o curso da história e se revelou essencial na
construção da democracia, da igualdade e da liberdade?
Nesta sessão, partimos de um conjunto de histórias, algumas verdadeiras, outras que
podiam ter sido, para reflectir sobre a importância de ter a coragem de dizer “Não!”

11h00
DESOBEDOQUINHO
Sessão de curtas-metragens para a infância. Uma seleção de pequenos filmes de
animação, ficção e documentários de todas as proveniências que será um mote para
um atelier de expressões plásticas e multimédia.
Sessão apresentada por Daniela Fernandes

15H
CINEMA PARAÍSO de Guiseppe Tornatore
Itália | ficção | 123’ | 1988 | M/6

Roma, 1980. O cineasta Salvatore Di Vitta recebe um telefonema da mãe que lhe comunica a morte do seu velho amigo Alfredo. Salvatore – ou Totó – é invadido por recordações, revisitando a sua infância, na sua Sicília natal, quando vivia fascinado pela cabina mágica de Alfredo, o mal-humorado projecionista do cinema da vila: o Cinema Paraíso. 
Grande sucesso da época, o CINEMA PARAÍSO reconcilia-se com uma tradição do cinema popular transbordante de generosidade e de referências cinematográficas, entre risos e lágrimas. Celebra este ano o seu 30º aniversário.

19h
ComUnidade, Work in Progress de ZunZum

Portugal | Documentário | 5’ | 2018
Pequeno documento documental vídeo do projecto na comunidade, chamado ‘ComUnidade’ da Associação Viseense Zunzum.
Sessão apresentada por Márcia Leite
+
CARRETERA CARTONERA de Marta Mancusi e Anna Trento
Espanha/Ítalia | documentário | 37’ | 2016 | M/12

CarreteraCartonera é uma viagem e um documentário de estrada à descoberta das EditorialesCartoneras na América Latina: cooperativas e grupos de pessoas que se juntam para fazerem livros, encaderná-los com cartão. Normalmente, o cartão é trazido pelos cartoneros, pessoas que o recolhem nas ruas e ganham a vida com a sua venda. Há centenas de EditorialesCartoneras na América Latina, do Chile ao México, mas também noutras partes do mundo. Uma grande rede que liga realidades diferentes graças a um sentimento comum de recuperação social, que encoraja jovens autores e vende livros a baixo preço. Em Janeiro e Fevereiro de 2015, os autoresdes viajaram por 5 países, a pé e de autocarro. 7532 quilómetros, visitando São Paulo, Buenos Aires, Santiago do Chile e Montevidéu; através das Pampas, dos Andes e Rio de La plata, relatando a partir do interior a realidade das EditorialesCartoneras que conheceram durante a viagem.

21h30
NO INTENSO AGORA de João Moreira Salles
Brasil| documentário | 127’ | 2016 | M/12

 

 

Feito a partir da descoberta das cenas que uma turista – a mãe do realizador – filmou na China em 1966, durante o início da Revolução Cultural, No Intenso Agora trata da natureza efémera dos momentos de grande intensidade emocional. Às cenas da China, somam-se imagens de arquivo dos eventos de 1968 na França, na Checoslováquia e, em menor extensão, no Brasil. Na tradição do filme-ensaio, o documentário interroga como as pessoas que participaram daqueles acontecimentos – vividos com alegria, encantamento, convicção generosa, medo, deceção, desalento – seguiram adiante depois do arrefecimento das paixões.

Anúncios