Januário e a Guerra, de André Ruivo, 2008

Januário e a guerra

25 de Abril, 00h, Sala Zeca Afonso
15 minutos
André Ruivo

Duas nações muito pobres entram em guerra para disputar a linha de fronteira. De todas as aldeias são recrutados os varões, entre eles Januário, um humilde camponês, a personagem principal. Mas os Chefes de Estado Maior das duas nações esquecem-se que não têm munições para fazerem a guerra. Então recorrem às onomatopeias.
Continuar a ler

Anúncios

Filmes de animação de Abi Feijó

Filmes do Abi Feijó

25 de abril, 00h, sala Zeca Afonso.
Fado Lusitano (1995) – 5’30”

26 de abril, a partir das 11h30, sala Zeca Afonso.
Clandestino (2000) – 7’32”
Os Salteadores (1993) – 14′
A noite saíu à rua (1987) – 4′
Cravo da Liberdade (1996) – 4’53”

Abi Feijó nasce em Braga em 1956. Licenciado em Arte Gráfica e Design pela Escola Superior de Belas Artes do Porto foi no primeiro Cinanima (1977) que descobriu as potencialidades artísticas do Cinema de Animação. Em 1984 frequenta um estágio no Office National du Film du Canada, sob a orientação de Pierre Hébert, onde realiza o seu primeiro filme Oh que Calma (1985). De regresso ao Porto funda, em 1987, a Filmógrafo – Estúdio de Cinema de Animação do Porto onde privilegia o filme de autor e uma abordagem artesanal do Cinema de Animação.

Continuar a ler