Silence de Cristophe Bisson

Silence
30 Abril, 14h30, Sala Bébé
Documentário, França, 2016
11 minutos
Cristophe Bisson
Bisson filmou no Porto em 2015 o documentário “Silence”, que se encontra em montagem, e contou com a participação de pessoas em situação de sem abrigo da cidade. Nesta sessão apresenta-se um excerto deste filme, e promovemos uma conversa com pessoas sem abrigo e parceiros que integram a Plataforma “As Vozes do Silêncio-Les Voix du Silence”, uma das plataforma do NPISA do Porto (Núcleo de Planeamento e Intervenção junto das Pessoas Sem Abrigo) que acolheu este projeto.

Anúncios

Black Film de Želimir Žilmik

BLACK FILM
30 Abril, 15h30, Sala Bébé
Documentário, Jugoslávia, 1971
17 minutos
Želimir Žilmik

Uma noite, Žilmik recolhe um grupo de sem-abrigo das ruas de Novi Sad e leva-os para casa. Enquanto eles se divertem, o realizador tenta “resolver o problema dos sem-abrigo”, levando com ele uma câmara de filmar como testemunha.

Viridiana de Luis Buñuel

Viridiana
30 Abril, 16h30, Sala Bébé
Ficção, Espanha | México, 1961
90 minutos
Luis Buñuel

Censurado em Espanha e considerado uma blasfémia pelo Vaticano, foi Palma de Ouro de Cannes em 61. O filme conta a história da noviça Viridiana, extremosa religiosa que ao sair do protegido convento é obrigada a testar o seu idealismo. Audacioso, perturbador e desobediente em 1961, hoje e para sempre.

Continuar a ler

A Respeito da Violência de Goran Hugo Olsson

A RESPEITO DA VIOLÊNCIA
30 Abril, 18h, Sala Batalha
Documentário, Suécia, 2014
80 minutos
Goran Hugo Olsson

A RESPEITO DA VIOLÊNCIA é, simultaneamente, um documentário baseado em material de arquivo que abrange os momentos mais ousados da luta de libertação no Terceiro Mundo e uma exploração dos mecanismos de descolonização através de excertos de Os Condenados da Terra, de Frantz Fanon. O livro de referência de Fanon, escrito há mais de 50 anos, continua a ser um instrumento essencial para compreender e esclarecer o neocolonialismo que se verifica hoje em dia, bem como a violência e as reacções contra este.

Continuar a ler

Gisberta de Stéphane Jacob

Gisberta
30 Abril, 18h30, Sala Bébé
Documentário, Portugal | Argentina, 2006
9 minutos
Stéphane Jacob

Um testemunho de Stef, feminista trans e elemento das Panteras Rosa, que vivia em Portugal no momento do acontecimento que vitimou Gisberta. Stef revolta-se, não só pela história de Gisberta, mas por todas as histórias de agressão e assassinato que são o quotidiano da comunidade trans.

Dzi Croquettes de Raphael Alvarez e Tatiana Issa

Dzi Croquettes
30 Abril, 18h30, Sala Bébé
Documentário, Brasil, 2009
110 minutos
Raphael Alvarez e Tatiana Issa

Dzi Croquetes recebeu mais de 20 prémios internacionais. Apresentando segmentos de entrevistas apaixonadas com Liza Minnelli, o documentário é o mais premiado da historia Brasileira. Diz Croquetes, um grupo de teatro brasileiro inovador, inspirou a juventude a resistir à censura militar à liberdade de expressão de 1968 durante a violenta ditadura brasileira.
Combinando a dança americana e inovadora de Lennie Dale com a satira política e o nascimento da Bossa Nova, Dzi Croquetes tomaram o Brasil e a Europa numa vaga com o seu talento único, sensualidade hipnotizante, humor e performances explosivas. Entusiasticamente apoiados pela Liza Minnelli, o grupo fez sucesso entre as celebridades com fãs como Catherine Deneuve, Omar Sharif, Mick Jagger, Josephine Baker, Maurice Béart, Andy Warhol, Marisa Berenson entre muitos outros. O documentário foi recentemente interdito na China enquanto no Brasil a presidente Dilma Rousseff atribuiu, inspirada pelo documentário, ao grupo Dzi Croquettes o “Prémio de Mérito Cultural”.

Continuar a ler

No Estamos Solos de Pere Joan Ventura

No estamos solos
Estreia
30 Abril, 22h, Sala Batalha
Documentário, Espanha, 2015
77 minutos
Pere Joan Ventura

Porque é que milhares de cidadãos decidiram tomar as ruas e praças de todo o Estado Espanhol para expressar a sua indignação contra os cortes, privatizações, despejos e corrupção política? Este filme retrata a força e a imaginação dos movimentos sociais para denunciar a degradação da democracia. Uma etapa de rebelião espontânea, de participação da sociedade civil, que marcará, sem dúvida, o futuro da vida política no país.

Menino ou Menina, O meu sexo não é o meu género de Valerie Mitteaux

MENINO OU MENINA
30 Abril, 23h30, Sala Bébé
Documentário, França, 2001
61 minutos
Valerie Mitteaux

Nascer mulher, sentir-se homem e ultrapassar a fronteira entre o masculino e o feminino. Em S Francisco, Nova York e Barcelona, Lynn, Rocco, Kaleb e Miguel encarnam e exploram esta fluidez de género. Esta viagem obriga-os a inventar novas referências num universo sexista, que é exposto de forma gritante pelos seus pontos de vista. Um documentário que ilumina a questão masculino/feminino com uma nova e emancipatória luz.

Girl or boy, my sex is not my gender (first minutes) from Valerie Mitteaux on Vimeo.