24 de Abril 2022

15h00 Sala Miguel Portas

Sessão Homenagem a Miguel Portas

com Catarina Martins, Marisa Matias, José Manuel Pureza e Luísa Teotónio Pereira

A vida à espera: Referendo e Resistência no Sahara Ocidental de Iara Lee
Sahara Ocidental/EUA, 2015, 59’

Quarenta anos após a promessa de liberdade que se seguiu à partida dos Espanhóis, o Sahara Ocidental mantém-se como a última colónia Africana.

Este filme é uma crónica que mostra a violência do dia-a-dia experienciada pelos Sahrawis que vivem sob a ocupação Marroquina e vocaliza a aspiração de um povo do deserto para quem a era da colonização nunca acabou. 

Um cessar-fogo negociado pela ONU acabou com os conflitos armados em 1991, mas a população ainda vive sob a ocupação das forças de Marrocos e a paz na região é frágil. Dezenas de milhares fugiram para a Argélia e vivem em campos de refugiados que deveriam ser temporários. Apesar das dificuldades, um novo movimento, com jovens no centro da ação, emerge, questiona o abuso dos direitos humanos e exige o prometido referendo sobre liberdade.


18h00 Sala Miguel Portas

Visões do Império de Joana Pontes
Portugal, 2020, 93’

Um filme sobre o modo como o império português e a sua história foram imaginados, documentados e publicitados a partir do registo fotográfico, desde o final do século XIX até à revolução que, em 1974, pôs fim ao regime político autoritário que governava Portugal.


21h30 Sala Miguel Portas

Sessão Curtas 25 abril

com Rúben Sevivas e Tiago Afonso

Direito à Memória de Rúben Sevivas
Portugal, 2019, 9’

O çul verão de Amarante Abramovici, Regina Guimarães e Tiago Afonso
Portugal, 2005, 45’

No dia 22 de maio de 1958, o General Humberto Delgado proferiu o célebre discurso com que encerrou o comício de Chaves, no antigo Cine Parque. Foi aqui que o seu único registo de voz da campanha eleitoral ficou gravado. A PIDE destruiu todos os outros registos. A gravação sobreviveu por ter sido enterrada num quintal durante vários anos. A gravação resistiu ao tempo, o Cine Parque não…