Dzi Croquettes de Raphael Alvarez e Tatiana Issa

Dzi Croquettes
28 Maio, 15h30, Teatro de Construção [ATC] com António Alves Vieira
Documentário, Brasil, 2009
110 minutos
Raphael Alvarez e Tatiana Issa

Dzi Croquetes recebeu mais de 20 prémios internacionais. Apresentando segmentos de entrevistas apaixonadas com Liza Minnelli, o documentário é o mais premiado da historia Brasileira. Diz Croquetes, um grupo de teatro brasileiro inovador, inspirou a juventude a resistir à censura militar à liberdade de expressão de 1968 durante a violenta ditadura brasileira.
Combinando a dança americana e inovadora de Lennie Dale com a satira política e o nascimento da Bossa Nova, Dzi Croquetes tomaram o Brasil e a Europa numa vaga com o seu talento único, sensualidade hipnotizante, humor e performances explosivas. Entusiasticamente apoiados pela Liza Minnelli, o grupo fez sucesso entre as celebridades com fãs como Catherine Deneuve, Omar Sharif, Mick Jagger, Josephine Baker, Maurice Béart, Andy Warhol, Marisa Berenson entre muitos outros. O documentário foi recentemente interdito na China enquanto no Brasil a presidente Dilma Rousseff atribuiu, inspirada pelo documentário, ao grupo Dzi Croquettes o “Prémio de Mérito Cultural”.

Dzi Croquettes: Um grupo de teatro irreverente originário do Brasil, cativou audiências com a celebração não violenta da liberdade individual, e através do seu talento, dança, sátira política e humor confrontou a ditadura brasileira – o Ato Institucional nº5 (AI-5), o mais famoso ato institucional que se cancelou a Constituição Brasileira permitindo poder ilimitado ao presidente e levando ao encerramento do Congresso Brasileiro. O AI-5 censurou aproximadamente 500 filmes, 450 peças de teatro e 1000 músicas.
Fundado pelo americano Lennie Dale – “o rapaz mal comportado da Broadway… era realmente muito bom para estar num coro de um show da Broadway” de acordo com o coreógrafo Ron Lewis – e o artista-filósofo brasileiro Wagner Ribeiro, este grupo hipnoticamente sensual de 13 elementos conquistou audiências no Brasil e Europa e influenciou uma geração inteira. Nem uma palavra se encontrava sobre os Dzi Croquetes até os diretores Raphael Alvarez e Tatiana Issa – criados desde os 3 anos dentro do grupo por causa do pai da Tatiana como designer de cenários – revelaram ao mundo filmagens perdidas ao que juntaram testemunhos de famosos artistas brasileiros que apaixonadamente revelam a influência que o grupo teve sobre eles, tudo enquadrando o contexto político e musical da época.
Um documentário que exala prazer com as performances teatrais, satíricas e de dança magnetizantes que o grupo apresentou no Brasil e Europa, e comentado apaixonadamente pela Liza Minnelli em que ela personifica a excitação, originalidade e talento que eram o âmago do grupo.

Liza Minnelli diz no documentário “Vi-os no Brasil e fiquei KO… eram tão vanguardistas… fui para trás do palco e apresentei-me… Absolutamente chocante, adorei!” … “ Nunca tinha visto ninguém dançar como o Lennie… “ Marilia Pera, atriz premiada pela Sociedade de Críticos de Filmes de Boston pelo seu papel no filme de Hector Bebenco “Pixote” disse “Durante a AI-5, os brasileiros não tinham quaisquer direitos. Tudo era proibido. Ramos escravos desta ditadura horripilante que tivemos no Brasil por tanto tempo.” Uma época a que o jornalista brasileiro Nelson Motta se refere como “ terrorismo de Estado que durou até 77 ou 78.”
A crítica da revista Variety que cobria o anúncio que passava no Rio de Janeiro dizia “o poder de uma celebração pacifista da liberdade individual.” “… brincavam com conceitos visuais do sexual … ” “Minnelli fornece comentários bem-dispostos ao estilo do grupo, e as filmagens maravilhosas a pontuar deixam sorrisos na audiência.”

Anúncios