THE QUEST OF THE LONELY DORYMEN , de Mariana Mendes Delgado + MERCI PATRON, de François Ruffin [estreias]

1 Maio , 18h30, Sala Batalha, com Mariana Mendes Delgado e José Soeiro

THE QUEST OF THE LONELY DORYMEN , de Mariana Mendes Delgado

Portugal, 2016, 10’, experimental

Mariana Mendes Delgado

No vídeo  The Quest of the Lonely Dorymen  evoca-se a alegoria dos solitários pescadores-marinheiros dos dóris. As viagens da Frota Branca à Terra Nova, Labrador e Gronelândia no Canadá entrecruzaram-se com Portugal, na ria de Aveiro e na sua comunidade piscatória. O ambiente cinemático tem, por isso, como fonte principal a água e o sal.

Através de um arquivo de família e de testemunhos anónimos procura-se trazer à visibilidade um discurso imagético, particular, do período do Estado Novo – a Campanha do Bacalhau – que tem sido silenciado ao longo do nosso passado recente.

No filme desenha-se um percurso de errância: respigam-se fragmentos da paisagem da cidade e exploram-se as fragilidades dessa deambulação entre as ruínas do maritimismo português, a decadência industrial, e a pós-memória coletiva do litoral na atualidade.

MERCI PATRON, de François Ruffin

França, 2016, 84 minutos, documentário

François Ruffin

Para a família Klurs nada corre bem: a fábrica que fazia fatos para a Kenzo foi transferida para outro país. Agora desempregados e com dívidas, o casal está prestes a perder a sua casa.

Um dia François Ruffin bate à porta dos Klurs. Será que conseguem lutar contra Bernard Arnault, CEO do maior grupo de empresas de luxo do mundo e o homem mais rico de França?

Anúncios