O FUNDO DO AR É VERMELHO Partes I e II de Chris Marker, França, 1977

O Fundo do Ar é Vermelho, Chris Marker

Dia 26, 16h30, Sala Salgueiro Maia
Parte I 90 minutos
Parte II 90 minutos
Chris Marker

As esperanças e as decepções suscitadas pelos movimentos revolucionários de 1968 no mundo inteiro. Do regime chinês ao cubano, passando pela Primavera de Praga, até os movimentos estudantis e operários franceses. Chris Marker ressalta que não se pode simplificar o que nada tem de simples: as manifestações populares, os movimentos da política, os rumos incertos da História e da sociedade.

Anúncios