Histórias do Fundo do Quintal e Saturado, de Tiago Afonso

Histórias do fundo do quintal

27 de abril, a partir das 21h30, sala Salgueiro Maia.
Filmes Histórias do Fundo do Quintal (13 min) e Saturado (20 min).
Tiago Afonso
O realizador estará presente.

Saturado é um “tríptico de filmes marcados pelo espírito revolucionário, pelas manifestações e pela contestação, que não deve o seu nome apenas às experiências de saturação de cor que o sustentam e, de certa forma, o distendem”.

Trata-se “de um ‘objecto’ saturado de referências ao 25 de Abril, não apenas um sentido documental, logo retro­spectivo (que, curiosamente privilegia a dispersão), como em todos os sentidos da perda: a proliferação dos sistemas de vigilância, os voos de aves sob mira, as palavras de Camilo Mortágua quando desabafa declarando que os portugueses pensaram que a revolução estava feita, logo “voltaram para casa”.

Para o realizador, “num país que conheceu o estranho privilégio de ouvir soldados gritar, contra a hierarquia, que estariam “sempre, sempre ao lado do povo”, esta é uma reflexão inquieta de procura dos caminhos de mais uma transformação radical, cujo trilho passa, também, pelas imagens”.

Em Histórias do Fundo do Quintal três vozes debatem a história de (uma) Comuna, enquanto a câmara procura provas no fundo de um quintal. Ao espectador resta decidir se escolhe ver, crer ou fazer.

Texto de Regina Guimarães sobre a sessão

Podes consultar o programa de todas as sessões de cinema aqui.

Anúncios