Filmes de animação de Abi Feijó

Filmes do Abi Feijó

25 de abril, 00h, sala Zeca Afonso.
Fado Lusitano (1995) – 5’30”

26 de abril, a partir das 11h30, sala Zeca Afonso.
Clandestino (2000) – 7’32”
Os Salteadores (1993) – 14′
A noite saíu à rua (1987) – 4′
Cravo da Liberdade (1996) – 4’53”

Abi Feijó nasce em Braga em 1956. Licenciado em Arte Gráfica e Design pela Escola Superior de Belas Artes do Porto foi no primeiro Cinanima (1977) que descobriu as potencialidades artísticas do Cinema de Animação. Em 1984 frequenta um estágio no Office National du Film du Canada, sob a orientação de Pierre Hébert, onde realiza o seu primeiro filme Oh que Calma (1985). De regresso ao Porto funda, em 1987, a Filmógrafo – Estúdio de Cinema de Animação do Porto onde privilegia o filme de autor e uma abordagem artesanal do Cinema de Animação.

Como Realizador, Abi Feijó explora diversas técnicas e aborda a escrita dramática com rigor. Os Salteadores (1993), um desenho animado a grafite sobre papel baseado no conto homónimo de Jorge de Sena é uma ficção política que nos lembra um episódio doloroso da história recente de Portugal. Em 1995 realiza Fado Lusitano, um auto retracto de Portugal, em recortes animados. Termina em 2000 Clandestino, uma animação de areia com imagens ricamente texturadas que evoca a dura luta pela liberdade.

No Filmógrafo, Abi Feijó exerce ainda as funções de produtor e de conselheiro artístico. Orienta vários estágios e acções de formação um pouco por todo o mundo, sobretudo em ateliers com crianças. É professor na Universidade Católica (99-01) e na ESAP a partir de 2002.

Funda em 2000, e preside até 2004, a Casa da Animação, um centro cultural dedicado ao Cinema de Animação. Em 2002 funda a Ciclope Filmes, uma nova produtora de animação onde produz o filme de Regina Pessoa: História Trágica com Final Feliz. Desempenha ainda as funções de Presidente da ASIFA (00-02) e de Vice Presidente do ASIFA Workshop Group (95-01).

Obteve cerca de 40 prémios e menções em diversos Festivais Internacionais, onde se destacam: Varna’85 (Bulgaria), Fantasporto’88 e 00, Cinanima’87,93, 95 e 00, Cartoon d’Or’94 (Prémio Especial du Júri), Valladolid’94 (Espanha), Vila do Conde’94, Annecy’89 e 95 (França), Bahia’94 e 96 (Brasil), AnimaTeruel’95 (Espanha), Badajoz’95 e 96 Larissa’96 (Grécia), Algarve’95 e 96, Covilhã’96, Évora’01, Matitta’01 (Itália), Il Castelli Animatti’01 (Itália), Roshd’02 (Irão), Anifest’03 (Rep. Checa). E recebeu também os prémios de reconhecimento pessoal: Medalha de Ouro de Mérito Cultural da CMP ’96, Prémio Nacional Manuel Pinto de Azevedo, Jr.’99, Boneco Rebelde-Amadora’00, Ardenter Imagine-Coimbra’01, La Luna de Valencia – Cinema Jove’05 e Prémio António Maria – Cinanima’05

Biografia da autoria de Ciclope Filmes.

Podes consultar o programa de todas as sessões de cinema aqui.

Anúncios